Laboratório de Pesquisas Clínicas em Tuberculose e Ensaios Clínicos

 

Responsável: Dr. Marcus Barreto Conde
marcuscondearrobaidt.ufrj.br

 

Apresentação e / ou histórico:

O Laboratório de Pesquisa Clínica em Tuberculose (LPCTB) foi criado em 2002 a partir de uma parceria firmada (através do Centro de Pesquisa em TB da Johns Hopkins) entre o IDT/HUCFF/UFRJ e o Programa "Tuberculosis Trial Consortium" (TBTC) do "Center for Diseases Control and Prevention (CDC) (Atlanta/EUA)" para a condução de ensaios clínicos na área de tuberculose. Desde então o LPCTB/IDT/HUCFF/UFRJ, formalmente denominado no CDC como "site 29- Brazil/Hopkins", já participou dos ensaios clínicos "estudo 26", "estudo 28" e está prestes em iniciar a participação no "estudo 29". Além disto, o LPCTB/IDT/HUCFF/UFRJ desenvolve e conduz pesquisa clínica em TB nas áreas operacional e epidemiológica com financiamento da FAPERJ, CNPq, Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia e DECIT. O LPCTB/IDT/HUCFF/UFRJ também conduz ensaios clínicos em TB com financiamento de outros órgãos de fomento como o "Food and Drug Administration (FDA)" e o "National Institute of Health (NIH)" ambos dos Estados Unidos. Em 2007 o LPCTB/IDT/HUCFF/UFRJ transferiu suas atividades administrativas para a sala 06E-01 no 6º andar do prédio do HUCFF, onde também se localizam as atividades administrativas do Laboratório de Ensaios Diagnósticos (coordenado pela Prof. Fernanda Mello) e o Laboratório de Tele-ensino (coordenado pela Prof. Sonia Catarina de Abreu Figueiredo).

 

Linhas de pesquisa / projetos em andamento:

  • Estudo da eficácia e da tolerabilidade do esquema com rifapentina / isoniazida semanalmente por três meses versus isoniazida diária por nove meses para o tratamento de tuberculose infecção latente
  • Avaliação de diferentes estratégias para a identificação de contatos de tuberculose pulmonar e para diagnóstico de tuberculose infecção latente
  • Tempo entre o início dos sintomas e o início do tratamento para tuberculose (TB) pulmonar em duas Unidades de Saúde em Nova Iguaçu (RJ)
  • O rendimento de repetidas induções do escarro no diagnóstico da Tuberculose Pulmonar
  • Prevalência de resistência medicamentosa em pacientes com tuberculose pulmonar virgens de tratamento
  • Estudo de eficácia e custo efetividade de estratégias inovadoras para a detecção de tuberculose pulmonar em uma unidade básica de saúde
  • Prevalência de asma, TB e DPOC entre os sintomáticos respiratórios atendidos em uma Unidade de Emergência e no Pronto Atendimento de uma Unidade Primária de Saúde
  • Diagnóstico de TB pleural utilizando uma técnica imunoenzimática no soro e no líquido pleural
  • O grau de entendimento do termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE) entre indivíduos de pesquisa clínica
  • Prevalência de sintomáticos respiratórios e seus principais determinantes em uma unidade de emergência da região sudeste do Brasil

Instituto de Doenças do Tórax - UFRJ
Rua Professor Rodolpho Paulo Rocco, 255 – 1º andar - sala 01D 58/60 – Rio de Janeiro – RJ – CEP 21941-913
Tel: 3938-2887

CNPJ: 33.663.683/0028-36

UFRJ IDT - Instituto de Doenças do Torax
Desenvolvido por: TIC/UFRJ